Imprimir

Cultura

A Tanzânia é o lar de algumas das mais incríveis diversidades tribais na África. O país inclui todos os grandes grupos étnicos e linguísticos do continente - uma população incrivelmente variada que habita um único país.

Cerca de 120 grupos tribais, na maioria pequenas comunidades, estão sendo assimilados gradualmente à população maior devido as mudanças no uso da terra e estilo de vida econômico nas cidades. A diversidade tribal é valorizada e está longe de ser uma fonte de divisão no país. Os Tanzanianos dão muito valor ao seu patrimonio multicultural. Ao longo dos últimos anos o turismo cultural se tornou uma atração cada vez mais procurada pelos visitantes ao redor do mundo. Visitas as aldeias são muitas vezes o destaque principal dos safaris.

Os Masaais são, talvez, o grupo tribal mais conhecido da Tanzânia. Eles habitam as regiões ao norte do país. Os Masaais guardam com muita força sua cultura e tradições. A vida tribal deste grupo gira em torno de cuidar e proteger seus rebanhos de gado e encontrar pastos em condições ideias na região que habitam.

As tribos vivem em locais de forma circular chamado de manyatas. Cabanas de barro circundam um espaço circular aberto que é seguro ao rebanho, ali eles podem dormir protegidos durante a noite. Arbustos espinhosos formam uma cerca de grossa espessura ao redor do local para proteger os rebanhos do ataque de leões e outros predadores.

Porque a terra boa para pastagem varia de acordo com as estações do ano e chuvas anuais, os assentamentos de Masaais são temporários e facilmente relocados para terras melhores e com maior acesso a água.

A tradição tribal separa homens e mulheres em diferentes grupos por faixa etária: os mais jovens cuidam do rebanho mais jovem de ovelhas e cabras, os jovens guerreiros do sexo masculino, ou Moran, são responsáveis pela segurança do gado e de sua família. Os anciãos tem uma posição de respeito na sociedade Masaai. Quando um guerreiro se torna ancião ele está apto a começar sua própria família.

As 'Ilhas das Especiarias' no Arquipélago de Zanzibar, Pemba, Mafia e ao longo da costa continental é o lar do povo Swahili, uma vibrante mistura de Árabes, Indianos e Buntus que viveram aqui em função do comércio ao redor do Oceano Índico.

A Costa Swahili, como é chamada na região, é uma região de religião predominantemente Islâmica com muitas mesquitas antigas e palácios de coral ao longo da região. A cultura Swahili gira em torno do 'dhow', um barco de madeira que é impulsionado por ventos sazonais. Historicamente, os barcos conectaram a Costa Swahili com a Árabia e Índia e permitiram o comércio entre essas regiões. A pesca ainda é a fonte principal de renda em pequenas vilas. As plantações de especiarias e de coco ainda são uma fonte importante de exportação.

A vida na Costa Swahili é tranquila. As mulheres, em seus trajes longos chamados de bui bui, caminham pelas ruas sinuosas em direção ao mercado local e param para conversar perto de casas altas feitas de rocha calcária e coral. Nas aldeias, após serem chamados para reuniões de oração perto das palmeiras, os homens se reúnem na praça pra beber café temperado em braseiros de bronze. Dos bravos guerreiros Moran (Masaais) ao ritmo tranquilo das cidades Swahili, a Tanzânia oferece uma ótima perspectiva da vida Africana ao longo dos séculos.

Links Úteis

Visualize nossas sugestões de sites na Internet para páginas do Governo Tanzaniano e outros meios de comunicação (Televisão, Jornal, Rádio).

Notícias

Clique aqui para se informar dos últimos eventos na Embaixada da República Unida da Tanzânia em Brasília.

Registro de Tanzanianos

Bonyeza hapa, kama ni mtanzania unayeishi kati ya nchi za uwakilishi wa ubalosi huu.

Fale Conosco

Utilize este meio para falar com a Embaixada da Tanzânia para resolver assuntos consulares e solicitar material para divulgação da Tanzânia.